Qual o melhor processador INTEL ou AMD Avaliação do consumidor

Publicado em 25 de julho de 2012 por Elievelton Da Silva 

O melhor da moda,tecnologia,games,esportes e muito mais

WP Greet Box icon
Olá Visitante! Você é novo por aqui, talvez queira assinar o nosso RSS Feed para receber todas as nossas atualizações. Ou se preferir receba nossas atualizações por e-mail. É grátis!

 

Para os amantes de tecnologia e também aos iniciantes neste mundo, a pergunta sempre é a mesma. Qual o melhor processador existente no mercado? Como faço para saber e comprar um equipamento de ótima qualidade e que possua um ótimo desempenho para as minhas atividades?

Pensando nisto, resolvemos detalhar aqui as informações necessárias para que você possa escolher um ótimo computador, com todos os recursos necessários para suprir as suas necessidades.

A primeira dica que deixamos é que nunca se contente com a recomendação padrão de um fabricante, pois, a escolha de um processador correto é uma decisão séria, onde você precisa saber no que está investindo e se o equipamento escolhido atenderá todas as suas necessidades e expectativas.

Não devemos seguir no rumo do pensamento que a frequência do processador ou a velocidade que o mesmo executará as suas funções será a melhor forma de escolher o processador dentre todos os seus concorrentes. Em alguns casos, isto poderá se tornar verdade, mas, dependendo do fabricante e modelo, se você comprar uma CPU multi-core mais lenta poderá ser um beneficio melhor do que um processador com menos núcleos e mais forte, por exemplo, no comparativo entre um processador quad core versus um processador dual core.

Pensando nos termos técnicos relacionados à escolha da CPU, detalhamos abaixo os termos mais comumente utilizados:

Chipset: são chips auxiliares que trabalham em conjunto com o processador e controlam o funcionamento de alguns periféricos, como, placa de vídeo, áudio, dentre outros.

Clock: é a frequência de operação do processador e sempre medido em hertz.

Cache: é a memória interna que fica alocada no mesmo chip da CPU. É utilizada para armazenar os dados e instruções utilizadas com mais frequência, reduzindo o tempo necessário para busca na memoria principal.

Núcleo: é considerado a unidade central de um processador, responsável pela execução de todas as instruções. Os processadores mais modernos possuem até 12 núcleos no mesmo chip.

Soquete: responsável pela interface entre o processador (que é encaixado no soquete) e a placa-mãe, assegurando a compatibilidade.

Bem, após todas as informações acima e com a explicação dos termos mais comumente utilizados na hora da escolha e compra do melhor processador, realizamos uma analise com vários modelos e atualmente, o melhor processador existente no mercado tecnológico é o Intel Core i7-980X.

Este modelo de processador possui o clock em 3.33GHz com overclock automático para 3.6GHz. Ele possui seis núcleos físicos, sendo considerado o melhor processador existente para desktops.

Este tipo de processador possui ainda a tecnologia de hyperthreading, que faz com que o sistema operacional visualize 12 núcleos virtualizados, dividindo os 12MB de cache L3 integrado.

O dispositivo é totalmente compatível com qualquer placa-mãe que tenha o soquete LGA 1366 e com chipset X58, garantindo mais velocidade e largura de banda na comunicação com os demais periféricos (placa-mae, componentes do sistema e processador).

Atualmente, os melhores processadores estão divididos em 3 categorias, ou seja, Intel Core i7, Core i5 e Core i3, representando assim, o alto, médio e baixo desempenho.

Assim, caso esteja interessado em realizar um upgrade no seu equipamento ou até mesmo comprar um novo computador com o melhor processador existente no mercado, não hesite em adquirir o processador Intel Core i7-980X que possui o valor aproximado de R$ 1700.00, sendo um valor alto, mas aliado ao desempenho, possui um ótimo custo x benefício.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe Agora esse conteúdo com seus amigos
O melhor da moda,tecnologia,games,esportes e muito mais
Este artigo foi arquivado em Outros

Trackbacks

    Deixe o seu Comentário