Reviews Galaxy Mega: Aparelho que chegará às lojas em julho Maior que o galaxy note 2

Publicado em 3 de maio de 2013 por Elievelton Da Silva 


WP Greet Box icon
Olá Visitante! Você é novo por aqui, talvez queira assinar o nosso RSS Feed para receber todas as nossas atualizações. Ou se preferir receba nossas atualizações por e-mail. É grátis!

 

Um desses dispositivos é o Galaxy Mega, novo smartphone da linha Galaxy voltado para quem não acha o Note 2 grande o suficiente. Dotado de um display de 6,3 polegadas, o aparelho não traz configurações muito impressionantes, mas pode ser uma alternativa plausível para quem deseja uma tela ampla para assistir a vídeos e rodar jogos mais simples.

Confira as especificações completas do modelo que chegará ao Brasil em julho, com o preço sugerido de R$ 1.999:

  • Display de 6,3 polegadas de alta definição (TFT);
  • Processador dual-core de 1,7 GHz;
  •  Armazenamento interno de 8 GB (expansível com cartão microSD de até 64 GB);
  • 1,5 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 MP e frontal de 1,9 MP;
  • Sistema operacional Android 4.2 Jelly Bean;
  • WiFi b/g/n/ac, WiFi Direct, Bluetooth 4.0, NFC, LTE (4G);
  • Bateria de 3200 mAh.

 (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Bons recursos e câmera satisfatória

Segurar o Galaxy Mega chega a ser uma sensação um pouco estranha. O aparelho é realmente grande e difícil de manejar eficientemente com apenas uma mão, embora seja bem fino (8 mm) e leve (200 gramas). Seu design segue o mesmo estilo dos outros integrantes da família Galaxy e não chama muito a atenção.

Na parte de software, temos alguns recursos bastante interessantes e que provavelmente passarão a fazer parte de todos os produtos telefônicos da Samsung, como o S Translator (tradutor em tempo real), o Group Play (centro de compartilhamento de arquivos multimídia) e o Multitela (possibilidade de trabalhar com dois aplicativos abertos ao mesmo tempo, dividindo o display em duas ou mais regiões).

Além disso, vale lembrar que o Mega também conta com a tecnologia Air View, que permite abrir conteúdos somente apontando o dedo para tela (sem precisar efetivamente tocá-la).

A câmera traseira também não decepcionou: mesmo em um ambiente escuro como o disponibilizado para os testes, pudemos tirar fotografias com uma qualidade razoável. A frontal, embora apresente bastante ruído e não seja tão eficiente com pouca luz, é mais do que o suficiente para realizar chamadas de vídeo a partir de programas como o Skype.

 (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

O hardware poderia ser melhor

Embora não tenha sido possível fazer testes de benchmarking ou rodar jogos pesados no aparelho de demonstração, não é exagero dizer que o hardware do Galaxy Mega é um pouco decepcionante. Apenas 1,5 GB de memória RAM é muito pouco, e o processador também está longe de ser um top de linha.

Além disso, se a companhia sul-coreana estivesse realmente com o objetivo de fazer um aparelho propício para a reprodução de filmes, talvez valesse a pena investir em um display Full HD. Essa seria uma característica que certamente impulsionaria algumas pessoas a adquirir um celular que mal cabe no bolso.

 (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Será que vale a pena?

Em suma, podemos dizer que o Mega se mostrou um aparelho interessante, mas que dificilmente vale R$ 1.999. Além disso, trata-se de um gadget voltado para um público bem específico; embora a Samsung categorize o produto como “um novo conceito de smartphone” (e não como um phablet), é pouco provável que o tamanho avantajado e o hardware mediano agradem a um número razoável de pessoas.

Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/galaxy/39248-galaxy-mega-confira-nossas-primeiras-impressoes-sobre-osmartphone.htm#ixzz2SF5kQ2nl

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe Agora esse conteúdo com seus amigos
Este artigo foi arquivado em Anuncios,Reviews,Telefones e Celulares

Trackbacks

    Deixe o seu Comentário