Análise: notebook Samsung Chromebook

Publicado em 30 de março de 2014 por Elievelton Da Silva 


WP Greet Box icon
Olá Visitante! Você é novo por aqui, talvez queira assinar o nosso RSS Feed para receber todas as nossas atualizações. Ou se preferir receba nossas atualizações por e-mail. É grátis!

Há algum tempo, a Google teve a brilhante ideia de criar seu próprio sistema operacional. Para ter alguma chance de sucesso, a companhia se aliou a grandes fabricantes.

O resultado no exterior é notável. Os Chromebooks estão vendendo muito bem e, agora, a Google resolveu trazer alguns modelos para o Brasil.

O Samsung Chromebook é o modelo mais barato disponível em terras tupiniquins. Ele promete oferecer bom desempenho e diversos apps para quem necessita do básico. A ideia é ser uma opção barata para estudantes e pessoas que precisam apenas navegar na web, digitar documentos e ter uma experiência multimídia satisfatória.

Esse computador traz o sistema operacional Chrome OS, uma bateria com autonomia de até 7 horas e hardware capaz de rodar vídeos em alta definição. A ideia aqui é ganhar o consumidor pela portabilidade e pelas facilidades da web. Parece simples, mas será que um sistema que necessita da web pode servir para toda e qualquer tarefa? Isso é o que vamos ver!

Especificações

Análise: notebook Samsung Chromebook [vídeo](Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Elegante e confortável

Se existe uma coisa que a Samsung aprendeu ao longo dos anos foi criar designs incrivelmente belos. Não há como negar, o Samsung Chromebook é muito bonito. A empresa apostou na cor prata para a carcaça. Na tampa, a logo do Chrome ganha destaque, mostrando que este não é um simples computador.

A fabricante caprichou no acabamento. Curvas suaves, detalhes bem planejados e portas muito bem dispostas mostram que este é um produto refinado. Quem vê o notebook pela primeira vez fica impressionado com a elegância.

A espessura reduzida é impressionante, colocando o produto entre os mais finos da categoria. Além disso, este Chromebook é leve (pesa apenas 1,1 kg) e pode ser facilmente transportado na mochila.

Análise: notebook Samsung Chromebook [vídeo](Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O teclado é bem espaçoso, proporcionando bons resultados para quem escreve muito. O layout é semelhante ao de outros computadores, mas as teclas de funções são diferentes. Claro, não há a tecla Windows, tampouco botão de contexto, Delete e outros botões que vemos em computadores com sistemas concorrentes.

O trackpad é grande e responde bem aos comandos. Há funções para rolar as páginas com o deslizar de dois dedos. Infelizmente, ficamos decepcionados com a falta do botão direito, o que complica muito o uso no dia a dia.

Tela e hardware

O display deste Chromebook é de alta definição e apresenta boa qualidade na reprodução de vídeos e imagens. Ele fica muito bem acomodado, sendo que há pouco espaço ao seu redor. Não notamos distorções de cores e ficamos satisfeitos com o nível de brilho da tela. Para quem prefere usar uma tela maior, este notebook tem uma saída HDMI na parte traseira.

Os Chromebooks são computadores diferentes, portanto o hardware não é parecido com o de outras máquinas. Quer dizer, alguns até trazem processador Intel e outros componentes comuns, mas não pense que você vai encontrar uma configuração robusta para games ou especificações exageradas.

Análise: notebook Samsung Chromebook [vídeo](Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

O processador deste notebook é um Samsung Exynos cinco de dois núcleos. Ele opera com clock de 1,7 GHz, o que nos indica que o Chrome OS não necessita de grande poder. A memória RAM é de dois gigabytes e a de armazenamento é de 16 gigabytes.

Pois é, as configurações são bem parecidas com as de alguns smartphones. Isso, na verdade, é muito bom, porque o computador esquenta pouco e economiza muita energia.

O hardware é razoável para a maior parte das tarefas, mas notamos lentidão no carregamento das páginas da web. A memória RAM é suficiente para quem não abre muitas páginas e apps, mas pode ser um problema para quem vai jogar ou abrir muitos vídeos.

Um sistema que é um navegador

Bom, algo que deve ser tratado aqui é o Chrome OS. Até existe um modo de trocar o sistema, mas o processo é complicado e não recomendado, portanto analisamos a experiência deste computador com seu sistema embutido, julgando tudo como uma coisa só.

A verdade é que o Chrome OS é basicamente um navegador. Quase todos os apps que você vai usar abrirão em uma aba do Google Chrome. Sinceramente, isso não é muito bom, pois você fica dependente de um único processo e a chance de dar problemas é grande.

Análise: notebook Samsung Chromebook [vídeo](Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Além disso, estamos acostumados a alternar entre apps usando os atalhos na parte inferior da tela e poder usar interfaces diferentes. Essa familiaridade e diversidade não existem no Chrome OS. Pode ser que um pouco do problema seja a falta de costume, mas ainda não dá para dizer que o sistema está perfeito. Longe disso!

Limitado, mas fácil de usar

O Chrome OS é bem limitado, tem poucas configurações e não tem grandes opções de personalização. Por outro lado, é muito fácil compreender o sistema. A navegação é rápida e simplificada. Tudo que você precisa está no menu de apps ou nas configurações ao lado direito da tela.

O maior problema do Chrome OS é a dependência da internet. Não dá pra fazer quase nada sem estar conectado (o que no Brasil é um grande problema). Existem poucos apps que rodam em modo offline, mas felizmente o Google Docs é um desses softwares. Há também um editor de imagens que funciona sem conexão com a internet, mas ele não é muito completo.

Notamos que não há muita variedade de programas e a maioria é composta apenas de atalhos para sites. Você até pode conseguir um cliente torrent, um editor de imagens razoável e um player diferente de multimídia, mas tenha certeza de que nada é como no Windows.

Análise: notebook Samsung Chromebook [vídeo](Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

Quem gosta de jogar também pode se decepcionar com o Chrome OS. Não há muitos jogos bons na loja e os poucos disponíveis só funcionam quando você está online. Portanto, se você espera aproveitar bons jogos como os do Android (o que seria uma ideia plausível), pode esquecer, pois os games aqui são bem básicos.

Algo que nos deixou muito decepcionados foi o Netflix. Além de só rodar no navegador, o serviço de streaming não funciona em HD. Uma grande mancada! Quem sabe, com o passar do tempo, a Google e a Netflix possam consertar esse problema.

Bateria e som impressionantes

Conforme comentamos, o hardware deste computador é econômico. Graças ao baixo consumo de energia do processador, do chip gráfico e da memória RAM, a bateria deste Chromebook consegue ter um tempo de autonomia surpreendente.

Para testar o componente, reproduzimos uma hora contínua de vídeo no YouTube com o brilho da tela em 50% (e o adaptador WiFi ligado). Acredite se quiser, somente 11% da energia foi usada para rodar uma hora de vídeo! Fazendo as contas, podemos estimar que a autonomia é de quase 9 horas, o que supera o valor informado pela Samsung.

Análise: notebook Samsung Chromebook [vídeo](Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

A qualidade de som deste notebook também nos surpreendeu. Os alto-falantes não distorcem o áudio. O volume não é muito alto, mas é suficiente para curtir filmes e ouvir uma ou outra canção. Só é preciso posicionar o notebook em um local onde o som não fique abafado, pois os alto-falantes enviam o som para baixo.

Vale a pena?

Sinceramente, ainda não vale a pena apostar nos Chromebooks. A ideia desses notebooks é genial, mas o funcionamento ainda deixa a desejar, sendo que os resultados práticos não são suficientes para recomendarmos a compra do produto.

A baixa performance do hardware e o sistema limitado nos decepcionaram um bocado. Para quem precisa trabalhar com uma suíte de aplicativos de escritório ou fazer pesquisas na web, esta máquina até pode ter algo a oferecer, mas ela não vai muito além disso.

Análise: notebook Samsung Chromebook [vídeo](Fonte da imagem: Tecmundo/Baixaki)

De qualquer forma, ainda é complicado indicar o produto para estudantes ou usuários que vivam conectados, pois essa dependência da web para todas as tarefas pode atrapalhar em outras situações e você vai acabar se frustrando. Ainda é importante considerar que você pode adquirir um notebook com mais funcionalidades pelos mesmos 1.099 reais.

Por ora, o Samsung Chromebook é mais um computador de luxo do que um utilitário. Quem sabe uma máquina mais potente e com o Chrome OS mais robusto (talvez em um futuro próximo) pode ser capaz de substituir os notebooks que vêm com o Windows. Vamos aguardar pelos próximos Chromebooks!

Leia mais em:http://www.tecmundo.com.br/analise/52914-analise-notebook-samsung-chromebook-video-.htm#ixzz2xUirFGia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe Agora esse conteúdo com seus amigos
Este artigo foi arquivado em Anuncios

Trackbacks

    Deixe o seu Comentário